3 de Março, 2024

Sessões de forma híbrida na Assembleia Legislativa acarretarão impacto financeiro

Foto: Alece

Descripción de la imagen

Aguardando imagem patrocinada

Os trabalhos na Assembleia Legislativa do Estado do Ceará (Alece) a cada dia se formalizam no sentido de formatar o eixo de trabalho dos parlamentares.

O presidente da Casa, Evandro Leitão (PDT), na semana passada, estabeleceu o prazo de instalação das comissões técnicas e formação de blocos partidários, além de novidades no novo regimento interno do parlamento estadual cearense.  

Evandro Leitão recepcionou os deputados estaduais novatos e também os veteranos, e destacou que os trâmites irão ocorrer inseridos na normalidade. “Estamos no processo de instalação das nossas comissões técnicas, que passarão de 18 para 20, com o desmembramento da Comissão de Turismo e Serviço e a criação da Comissão de Proteção Social e Enfrentamento à Fome. Como de costume, no dia 1º de março, todas estarão instaladas para que seus membros elejam seus respectivos presidentes e vices”, apontou o parlamentar.

O presidente da Alece sugeriu atenção especial no que refere a participação nas sessões plenárias, porque agora a tramitação acontecerá de forma híbrida. “Agora teremos um percentual para esse tipo de presença com repercussão inclusive financeira. Gostaria de solicitar ainda que aqueles partidos que desejam fazer parte dos blocos partidários nos comuniquem logo, pois a decisão representa uma grande diferença na logística”, alertou Evandro.