21 de Maio, 2024

Foto: Governo Federal

Descripción de la imagen

Aguardando imagem patrocinada

Aguardando imagem patrocinada

Um passo gigantesco para a economia do estado do Ceará simboliza pela primeira vez a inserção política do Secretário de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Salmito Filho, no engajamento para viabilizar tanto a obra que está em execução no momento, quanto, futuramente a gestão do empreendimento ferroviário no ramal Piauí – Ceará.

O titular da pasta esteve em Brasília na semana passada para cumprir agendas estratégicas. Salmito agradeceu ao senador Cid Gomes por este o ter conduzido até um dos atores executivos primordiais na tramitação da sistemática no Congresso Nacional, o presidente da Comissão do Desenvolvimento Regional e Turismo, senador Marcelo Castro (MDB – PI).

O Secretário avalia que o empreendimento “unirá ainda mais as oportunidades recíprocas para o Ceará e para o Piauí em uma relação colaborativa”, destaca Salmito.  

 

Salmito e comitiva pela Transnordestina

Governo Federal. A associação do Governo Federal se fez presente na obra, através do Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional (MIDR), onde integrantes do órgão sobrevoaram também, na semana passada, trechos da ferrovia, no ramal cearense.

Segundo o secretário nacional de Fundos e Instrumentos Financeiros do MIDR, Eduardo Tavares, se viabiliza estudo para estruturar uma nova proposta em parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), a Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) e o Banco do Nordeste, “para que sejam liberadas as operações já contratadas pela concessionária junto aos Fundos”, delineia Tavares.

Este financiamento seria para ser aplicado, segundo Eduardo, nos 300 km que faltam para finalizar o ramal até Pecém. “O que vimos foi uma operação robusta, com várias frentes sendo concluídas, com mais de 800 km de superestrutura instalada, trilhos em operação”, apontou Tavares.   

Aguardando imagem patrocinada