22 de Abril, 2024

Campanha do Ministério Público do Ceará previne violência contra estudantes

Foto: Tiago Stille

Descripción de la imagen

Aguardando imagem patrocinada

Aguardando imagem patrocinada

Iniciativa implementada pelo Ministério Público do Estado do Ceaá (MPCE) em combate à violência nas escolas cearenses contra a criança e adolescente nas redes públicas e privadas de ensino, em dois anos de atuação as investidas do órgão capacitaram mais de sete mil profissionais e foram criadas 3.300 comissões nas unidades escolares.

Hoje (31) foi lançado a continuação do programa pelo MPCE através do Centro de Apoio Operacional da Educação (Caoeduc), denominado de “Previne – Violência nas Escolas, não”. O circuito programático em funcionamento desde 2022 possui o intuito de incentivar o fomento de comissões de proteção e prevenção à violência contra a criança e adolescente nos espaços estudantis do estado, e a partir deste ano o evento contará com campanhas e materiais educativos neste sentido.    

 “A escola deve ser esse espaço e estar pronta para acolher as diferenças, precisa que haja uma união intersetorial de esforços para que as escolas sejam acolhedoras às nossas crianças e adolescentes, e há um consenso de que a educação contribui para a diminuição das desigualdades sociais”, ressaltou a procuradora de Justiça, Elizabeth Almeida e coordenadora do Caoeduc.  

O debate foi realizado via live coletiva, e na ocasião, o deputado estadual e presidente da Comissão Permanente dos Direitos Humanos, Renato Roseno (PSOL) ministrou palestra abordando o tema: “a importância das Comissões de Proteção e Prevenção à Violência contra a Criança e o Adolescente no âmbito escolar”.

Aguardando imagem patrocinada